Política

Brasil precisa do Rio Grande do Sul recuperado, diz Lula

today07/05/2024 42

Fundo
share close

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a dificuldade momentânea em ajudar as vítimas das chuvas no RS é que os gestores locais ainda não têm “noção do estrago que foi feito”. Este quadro não permite que os gestores nacionais percebam onde os recursos são mais necessário e precisam ser alocados. A declaração foi dada em entrevista coletiva, no programa “Bom dia, Presidente”, do CanalGOV.

“A dificuldade inicial é que nenhum prefeito, o governador disse isso com todas as letras no último domingo, tem noção do estrago que foi feito. Por enquanto, as pessoas imaginam, pensam. Mas a gente só vai ter o estado real quando a água baixar e a gente ver o que aconteceu de fato no Rio Grande do Sul.”

A partir desta terça-feira, 7, os prefeitos podem cadastrar pedidos para auxílio de escolas, creches, unidades de saúde e hospitais. Segundo o Presidente, os recurso seriam encaminhados “imediatamente”. “O emergencial vai ser liberado a partir de hoje. Vários ministérios já têm autorização para começar a liberar os recursos iniciais para os primeiros socorros. Depois, a gente vai trabalhar junto com o governador um projeto”, concluiu.

“O Brasil deve muito ao Rio Grande do Sul. É um estado muito importante do ponto de vista artístico, cultural, do trabalho e da nossa cultura. O que vamos fazer é devolver ao Rio Grande do Sul o que ele merece que seja devolvido para poder tocar a vida”, afirmou. Lula destacou que a meta do governo federal é não permitir que a burocracia crie entraves para a liberação de recursos ao estado.

O Presidente afirmou que já fez um decreto legislativo para que os ministérios do governo possam liberar recursos de acordo com as necessidades das fundamentais. “O Ministério da Saúde pode liberar recursos, o Ministério da Integração Nacional, o Ministério da Educação. Vai liberando recurso de acordo com as necessidades fundamentais que são colocar a criança na escola, colocar as pessoas no hospital, a compra de remédio, de combustível, de água, de comida. Esse dinheiro vai saindo normalmente pelo ministério, sem muita burocracia”, disse.

O Ministro da Casa Civil do Brasil, Rui Costa, afirmou que R$1 bilhão e 60 milhões devem ser liberados para o Rio Grande do Sul a partir da quinta-feira, 9.

O Presidente afirmou que espera convidar o governador Eduardo Leite para, em Brasília, apresentar números mais próximos do estrago real, para que o assunto seja discutido no Congresso. Lula ressaltou que disse à Leite que tem intenção de ajudar a reestruturar não só as estradas Federais, mas também as estaduais.

“O que eu posso garantir é que há 100% de vontade da Câmara, do Senado, do Tribunal de Contas e do Poder Judiciário para que a gente facilite o máximo possível os recursos”, disse. “Os ministérios têm estrutura nos estados, mas queremos trabalhar junto com as secretarias do estado”, completou, ao citar a recuperação de estradas federais e mesmo estaduais.

Fonte: Correio do Povo

Escrito por Jornalismo

Rate it

Post anterior

Rio Grande do Sul

RS tem 155 pontos com bloqueio pela enchente nesta terça-feira

O Rio Grande do Sul tem 60 pontos de rodovias federais e 95 de vias estaduais, somando 155, com algum tipo de bloqueio na manhã desta terça-feira, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), respectivamente. Alguns dos bloqueios totais prosseguem, por exemplo, no quilômetro zero da ERS 118, em Sapucaia do Sul, na região metropolitana, pelo acúmulo de água na pista no acesso […]

today07/05/2024 113

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Rádio Santa Cruz | Rua Ramiro Barcelos, 737 – Centro | Santa Cruz do Sul – RS / CEP 96810-054

Websites: Magicpage

0%