Destaques

CastraPet dá início aos serviços de esterilizações de cães e gatos

today11/06/2024 14

Fundo
share close

Foto: Divulgação

Inaugurado pela Prefeitura durante a Semana do Bem-Estar Animal, em março, o CastraPet colocou em prática, agora, os procedimentos cirúrgicos de esterilização de cães e gatos. Em uma ação piloto realizada na quinta e sexta-feira, 6 e 7, foram castrados 40 animais, de forma gratuita, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade (Semass). A estrutura está instalada no bairro Santa Vitória, junto ao Cras Beatriz Frantz Jungblut, e tem como foco contemplar tutores de baixa renda, servindo como política pública de controle populacional de caninos e felinos.

As cirurgias são feitas por profissionais da Clínica Veterinária Soares e Flores Ltda, contratada pelo Município para a operacionalização do serviço. A Prefeitura atua como agente demandante, coordenando os cadastros de tutores e acompanhando os atendimentos. Conforme a titular da Semass, secretária Simone Schneider, esta primeira ação serviu para testes, “a fim de que tanto a empresa contratada como a Administração Municipal pudessem conhecer e determinar os melhores fluxos e protocolos de funcionamento do CastraPet”.

Estão sendo castrados cães e gatos que estão sob responsabilidade de tutores que se enquadram como baixa renda e adotantes do Centro de Bem-Estar Animal (CBEA) ou de ONGs, com posse do termo de adoção. Além disso, é dada prioridade aos residentes em regiões onde há maior prevalência de animais errantes e/ou em situações de vulnerabilidade, como é o caso do loteamento Beckenkamp, bairro Santuário, residencial Viver Bem, bairro Rauber, bairro Santa Vitória e loteamento Guarda da Mãe de Deus, entre outros.

Como funciona o procedimento

Os tutores e seus animais são atendidos por ordem de chegada, sendo feita a identificação por um servidor da Prefeitura, que recolhe informações sobre o cadastro feito previamente e as condições de saúde do animal. Depois disso, um dos integrantes da empresa contratada para operar o CastraPet reúne os tutores e explica como serão os procedimentos até a alta, detalhando os cuidados pós-cirúrgicos e orientações para a retirada de pontos, que deve ocorrer entre 10 e 15 dias após a cirurgia.

A castração é feita por um médico-veterinário. O pet recebe anestesia e é constantemente monitorado por uma equipe. Também é microchipado, ganha medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e antibiótico profilático. Ao fim dos procedimentos, é prescrita uma medicação que deve ser administrada pelo tutor de três a cinco dias após a castração e é indicado o uso de roupa cirúrgica ou colar elizabetano, a fim de evitar que o animal retire os pontos e prejudique a cicatrização.

“Salientamos que é obrigatória a permanência de um responsável junto ao CastraPet, visto que na sua grande maioria os animais são liberados gradativamente assim que estão recuperados do procedimento anestésico, o que é de suma importância para o fluxo constante e o não atraso na execução. Para tanto, se faz necessário o planejamento por parte de seus tutores e responsáveis”, detalha a secretária Simone, que atua na coordenação do serviço junto à Semass.

Próximas castrações

Já está programada uma nova ação nos dias 21, 22 e 23 deste mês, com previsão de atendimento de 40 animais em cada uma das datas. Os procedimentos devem ocorrer, em sua maioria, no período da manhã, sendo uma parte dos animais atendidos às 7h30 e a outra às 10h. É solicitado o comparecimento com pelo menos 30 minutos de antecedência para a conferência dos dados cadastrais e exames pré-cirúrgicos.

Como cadastrar

Interessados em encaminhar uma castração animal devem fazer inscrição e agendamento em um dos seguintes locais:

Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade
Rua Coronel Oscar Jost, nº 1432, junto ao Ginásio Poliesportivo
De segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, sem fechar ao meio-dia

Cras Beatriz Frantz Jungblut
Avenida David Severo Mânica, nº 369, Bairro Santa Vitória
De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h

Centro de Bem-Estar Animal (CBEA)
Granja Municipal, em Linha Santa Cruz
De segunda a sexta-feira, das 8h30 às 14h30

Documentação necessária

– RG, CPF ou CNH;
– Comprovante de residência;
– Um dos seguintes documentos abaixo:
– Comprovante de renda de até um salário mínimo nacional;
– Cópia da folha resumo do CadÚnico;
– Cartão Bolsa Família válido;
– Comprovante de adoção por meio de ONG ou do CBEA;

Animais em situação de rua que estejam sendo cuidados pela comunidade santa-cruzense também podem receber o procedimento gratuito no CastraPet. Neste caso, qualquer morador – na condição de voluntário – pode fazer o cadastro e levar o animal para castrar. A documentação a ser apresentada é a mesma.

Escrito por Jornalismo

Rate it

Post anterior

Cultura

Audiência pública discute aplicação de recursos da Aldir Blanc em Santa Cruz do Sul

Santa Cruz do Sul sedia, no próximo dia 20, uma audiência pública sobre a distribuição dos recursos que serão investidos no município através da Política Nacional Aldir Blanc de apoio à Cultura. O evento será realizado no auditório da Procuradoria-Geral do Município (rua Coronel Oscar Jost, 1571) às 9h. A audiência pública é o mecanismo sugerido pelo Ministério da Cultura para que a comunidade participe ativamente da discussão, fazendo com […]

today11/06/2024 12

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Rádio Santa Cruz | Rua Ramiro Barcelos, 737 – Centro | Santa Cruz do Sul – RS / CEP 96810-054

0%