Agricultura

Emater/RS-Ascar auxilia população rural atingida por enchentes em todo RS

today27/05/2024 32

Fundo
share close

Neste momento de urgência, a Emater/RS-Ascar está atuando em todos os municípios do Rio Grande do Sul atingidos pela catástrofe ambiental. A prioridade é garantir a sobrevivência e o acolhimento das famílias, em ações de auxílio aos comitês de crise e ao voluntariado.

Enquanto são contabilizadas as perdas na produção, extensionistas atuantes em todo o Estado são o principal contato e referência para famílias que estão isoladas no campo, algumas sem acesso terrestre nem comunicação. Neste contexto, os extensionistas têm sido fundamentais na identificação de melhores vias de entrada de alimentos e mantimentos, além de escoamento da produção para a chegada aos consumidores.

Os escritórios municipais da entidade estão funcionando como pontos de apoio para a segurança de agricultores familiares, quilombolas, indígenas, pecuaristas e assentados da reforma agrária. Em Barra do Ribeiro, cinco aldeias e um acampamento indígena foram atingidos pela subida das águas do Lago Guaíba, ou ficaram ilhadas. Duas delas tiveram que ser evacuadas rapidamente, a exemplo da aldeia Kaagui Porã, que precisou da ajuda dos bombeiros e da Defesa Civil. A extensionista Nadir Feijó acompanhou essas famílias durante o resgate e no alojamento no abrigo da Prefeitura, assim como no retorno para a aldeia e na distribuição de recursos aportados pelo Governo do Estado, como alimentos, água e kits de limpeza. Foram beneficiadas 110 famílias indígenas nessa região.
Há anos o contato com essas aldeias é contínuo, fomentando a produção e a comercialização do artesanato dos guaranis, a criação de pequenos animais e plantio de aipim, batata e milho. “A Emater faz o contato, pra saber das necessidades e buscar recursos”, afirma Nadir Feijó. Outra ação social promovida pela Emater/RS-Ascar nessas comunidades é o auxilio na confecção dos documentos dos indígenas, como a carteira de artesão.

Ações sociais
Em diversas regiões do RS atingidas pela catástrofe ambiental, os extensionistas vêm auxiliando voluntários na recepção e distribuição de donativos. Em Sapiranga, o abrigo instalado no CTG Pedro Serrano foi transformado em um centro de triagem para abastecer desabrigados dos Vales dos Sinos e Paranhana, de cidades como Novo Hamburgo, Canoas, São Leopoldo, Igrejinha, Três Coroas, Araricá e Parobé.

Nos primeiros 11 dias, a iniciativa conjunta distribuiu 14.376 kits de alimentação e de higiene pessoal, 12.142 fardos de água mineral, 779 colchões, 1.455 cobertores, 3.427 pacotes de fraldas, 3.310 marmitas e diversos outros itens. De acordo com a extensionista Maristela Ebert, os próprios agricultores estão doando itens para as cestas que estão sendo distribuídas.

A Emater/RS-Ascar também está articulando, em conjunto com os agricultores e as prefeituras, o fortalecimento das feiras locais para acolher as demandas e as necessidades das famílias da região do Vale dos Sinos. Em Sapiranga, a feira ocorre nas quartas e nos sábados pela manhã, e quinta-feira à tarde, no centro (Avenida João Corrêa, 1650).

Em Ijuí, diante da queda nas temperaturas, as extensionistas passaram a confeccionar pijamas quentes para as crianças. O escritório da Emater/RS-Ascar deu lugar a um ateliê de costura, apoiado por toda a equipe e por um lojista que fornece tecidos com desconto.
Já em Bento Gonçalves, agricultores estão fazendo pão para doar aos desabrigados da Serra Gaúcha e contam com a Emater/RS-Ascar para levar os alimentos até os responsáveis pelo Projeto Pão do Bem.

Em Marau, um grupo de 14 mulheres da comunidade de Portão está empenhado em produzir mantas e meias de lã que serão enviadas a pessoas atingidas pelas enchentes em outros municípios. De acordo com a extensionista da Emater/RS-Ascar de Marau, Simone Busnello Durante, “o intuito do grupo é prosseguir com este trabalho, desenvolvendo outras ações conforme as famílias forem retornando para suas casas, e escolhendo outros itens a serem confeccionados, como tapetes, toalhas, panos de prato, e outros que se fizerem necessários”.

Informações para a segurança
A Emater/RS-Ascar vem alertando e informando sobre procedimentos emergenciais, como os cuidados pessoais e os riscos de zoonoses após enchentes. Os extensionistas também divulgam informações sobre tratamento rápido de água para consumo humano, auxílio abrigamento e medidas para escoamento da produção.

Análise gratuita de grãos
Neste momento de catástrofe, as unidades de Classificação e Certificação da Emater/RS-Ascar estão oferecendo análise gratuita de grãos. Esse serviço se torna ainda mais importante neste momento de dificuldades em virtude das condições de umidade e de chuvas excessivas.

Escrito por Jornalismo

Rate it

Post anterior

Rádio Santa Cruz

Agricultura

Ministro Fávaro realiza entrega de máquinas linha amarela em apoio ao agro do Rio Grande do Sul

Ato será realizado durante a cerimônia de instalação do gabinete itinerante do Mapa no estado gaúcho, que ocorre na terça-feira, 28, no município de Santa Cruz do Sul Nesta terça-feira, 28, o ministro Carlos Fávaro irá participar da Cerimônia de Instalação do gabinete itinerante do Ministério da Agricultura e Pecuária no estado do Rio Grande do Sul. Objetivo é tratar de demandas para a reconstrução do agro gaúcho, afetado pelas […]

today27/05/2024 41

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Rádio Santa Cruz | Rua Ramiro Barcelos, 737 – Centro | Santa Cruz do Sul – RS / CEP 96810-054

Websites: Magicpage

0%