Notícias

Preço da cesta básica em Santa Cruz aumenta R$ 32 em um mês

today07/06/2024 32

Fundo
share close
Rádio Santa Cruz

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A variação do custo da Cesta Básica Nacional em Santa Cruz do Sul foi de 4,812% no período de 05 de maio a 07 de junho de 2024, passando de R$ 678,33 para R$ 710,97, uma elevação de R$ 32,64 e alcançando o maior valor da série histórica da Cesta básica. Dos 13 produtos pesquisados, três apresentaram redução e dez produtos apresentaram elevação de preço. Também importante salientar que diversos produtos/marcas continuam não sendo encontrados à venda nos estabelecimentos pesquisados, refletindo a dificuldade de abastecimento desde o início de maio devido aos eventos climáticos.

As maiores contribuições para esta elevação do custo da Cesta Básica Nacional foram do Tomate (contribuição de 3,084%), do Leite Tipo C (contribuição de 0,860%) e da Batata Inglesa (contribuição de 0,652%). Os produtos que frearam uma elevação maior da Cesta Básica foram o Feijão Preto (contribuição de – 0,842%), a Margarina (contribuição de – 0,090%) e a Banha (contribuição de – 0,075%).

A variação acumulada da Cesta Básica desde o início de 2024 é de 8,406% e, num período de doze meses, é de 16,762%, uma elevação de R$ 102,07 acima do que custava em junho de 2023.

Com este custo da Cesta Nacional, um trabalhador de Santa Cruz do Sul que recebe no início deste mês de junho o Salário Mínimo Nacional precisa trabalhar 110,776 horas para adquirir o conjunto de 13 produtos, ou 5,09 horas a mais que o necessário no mês de maio.

A partir dos gastos com alimentação é possível estimar o Salário Mínimo necessário para o atendimento das necessidades básicas do trabalhador e de sua família. Seguindo a mesma metodologia utilizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), o valor do Salário Mínimo em Santa Cruz do Sul para o mês de maio de 2024, pago no início do mês de junho, deveria ter sido de R$ 5.928,11 para uma família composta por dois adultos e duas crianças. Com este custo da Cesta Básica Nacional, o Salário Mínimo deveria ser 4,198 vezes maior do que o atualmente vigente.

A Cesta Básica Nacional relaciona um conjunto de alimentos que seria suficiente para o sustento e bem-estar de um trabalhador adulto ao longo de um mês, tomando como base o Decreto Lei nº. 399, de 30 de abril de 1938, que regulamenta a Lei nº. 185 de 14 de janeiro de 1936 – da instituição do Salário Mínimo no Brasil. Este Decreto estabelece que o salário mínimo é a remuneração devida ao trabalhador adulto, sem distinção de sexo, por dia normal de serviço, capaz de satisfazer, em determinada época e região do país, às suas necessidades normais de alimentação, habitação, vestuário, higiene e transporte.

Por: Prof. Dr. Silvio Cezar Arend

Escrito por Jornalismo

Rate it

Post anterior

Rádio Santa Cruz

Notícias

Brasileiros são os que mais enviam áudios e figurinhas no WhatsApp

Os brasileiros enviam mais figurinhas, interagem em mais enquetes e enviam quatro vezes mais mensagens de voz no WhatsApp do que qualquer outra população do mundo. A curiosidade foi divulgada pelo fundador e CEO da Meta, Mark Zuckerberg, em um vídeo transmitido no evento Meta Conversations, em São Paulo, na quinta-feira (6). “Vocês transformaram o ‘Zap Zap’ em algo próprio e são algumas das pessoas mais ativas do mundo no […]

today07/06/2024 7

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Rádio Santa Cruz | Rua Ramiro Barcelos, 737 – Centro | Santa Cruz do Sul – RS / CEP 96810-054

0%