Destaques

Rota de Santa Maria já liberou 12 pontos da RSC-287

today18/05/2024 318

Fundo
share close

A enchente que atingiu o Rio Grande do Sul provocou danos e bloqueou o tráfego em diversas rodovias do estado. A Rota de Santa Maria, Concessionária responsável pelo trecho da RSC-287, entre Tabaí e Santa Maria, registrou 16 pontos afetados na rodovia logo após os temporais. Destes, 4 trechos tiveram danos estruturais mais severos, que exigem obras mais complexas de reconstrução. Os outros pontos já foram liberados através de obras emergenciais.

De acordo com o Diretor Geral da Concessionária, Leandro Conterato, a Rota de Santa Maria está empenhada em liberar o tráfego total da rodovia. “A Concessionária atuou rapidamente para o reestabelecimento do tráfego nos pontos onde foi possível a execução de soluções emergenciais em curto prazo, e vem atuando de forma intensiva nos pontos que exigem obras de engenharia mais complexas, com o objetivo de reconectar 100% da rodovia nas próximas três semanas”, afirma.

Atualmente existem quatro frentes de obra atuando nos problemas de maior complexidade ao longo do trecho, em quatro frentes independentes, com o objetivo de reconectar totalmente a rodovia no menor prazo possível, estimado entre 3 e 4 semanas.

O balanço dos danos e atuações emergenciais, bem como o plano de obras para os quatro trechos ainda interditados será apresentado em uma conferência de imprensa, de forma online, na segunda-feira, às 10h.

TRECHOS COM DANOS GRAVES E INTERDITADOS

Venâncio Aires (Localidade de Mariante) – do km 55 ao km 60: a rodovia foi severamente impactada, com destruição da estrutura da pista, que deverá passar por reconstrução completa. Está sendo executado uma obra provisória para desvio de tráfego com prazo estimado de 3 semanas para liberação.

Candelária – km 137: na ponte sobre o Rio Pardo houve grave erosão em uma das cabeceiras e dano estrutural em um dos seus vãos da estrutura, que deverá ser reconstruído, com prazo estimado de até 3 semanas para liberação provisória ao tráfego.

Novo Cabrais/Paraíso do Sul – km 167: a ponte sobre o Arroio Barriga sofreu colapso estrutural e deverá ser totalmente reconstruída. Para restabelecer a travessia, a Rota de Santa Maria está construindo um desvio temporário ao lado da ponte antiga com utilização de galerias de concreto pré-moldadas. Espera-se liberar o tráfego sobre esse desvio em até 2 semanas.

Santa Maria – km 227: a ponte sobre o Arroio Grande, localizada no Distrito de Palma, com cerca de 50 metros de extensão, sofreu colapso total. A ponte deverá ser completamente reconstruída. A Concessionária está trabalhando na reconstrução das cabeceiras para a instalação de uma ponte provisória pelo Exército Brasileiro, buscando a liberação provisória do tráfego em um prazo estimado de 10 dias.

Escrito por Jornalismo

Rate it

Post anterior

Rádio Santa Cruz

Destaques

Governo debate com prefeitos e vice-prefeitos ações para reconstrução de rodovias do Vale do Taquari

Diagnósticos e ações em estradas impactadas pelas chuvas e inundações nas rodovias e pontes do Vale do Taquari foram o tema da primeira reunião emergencial do secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, com prefeitos e vice-prefeitos da região. O encontro foi na manhã desta sexta-feira (17/5), por videoconferência. Costella, ao lado do diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Luciano Faustino, e do diretor-presidente da Empresa Gaúcha […]

today18/05/2024 18

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Rádio Santa Cruz | Rua Ramiro Barcelos, 737 – Centro | Santa Cruz do Sul – RS / CEP 96810-054

Websites: Magicpage

0%