Destaques

Leonel Garibaldi rebate acusações na Câmara de Vereadores de Santa Cruz

today27/05/2024 46

Fundo
share close

O vereador Leonel Garibaldi (Novo) utilizou a tribuna da Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira, 27, para se manifestar sobre as acusações vindas do legislador afastado Henrique Hermany.

Na última quinta-feira, o vereador afastado da Câmara de Vereadores, Henrique Hermany (PP), citou o nome de Leonel Garibaldi em entrevista à Rádio Santa Cruz. Segundo ele, o representante do Novo tem uma condenação judicial por desviar dinheiro do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ainda durante a quinta-feira passada, devido ter sido citado por Henrique Hermany na entrevista, Leonel Garibaldi se manifestou por meio de nota. No documento, o vereador afirma não ter cometido nenhuma irregularidade.

Na tribuna da Câmara de Vereadores, Leonel reafirma que não teve crime e nem fraude. “Infelizmente venho tratar de um assunto particular, sobre ataques e mentiras que sofri do vereador afastado e que possui um processo criminal contra ele”, enfatiza.

Leonel explica que o caso se refere a um tratamento de Hepatite C Grau 4, uma doença grave, que descobriu no final de 2017. Na ocasião, encaminhou o tratamento via SUS, entretanto, segundo o vereador, depois de um ano os medicamentos não chegaram. Ele então, devido ao elevado custo dos remédios, cerca de R$ 250 mil, decidiu acionar a União, o Estado e o Município judicialmente em 2019, tendo ganho em liminar devido à gravidade do caso, em março do mesmo ano. “Entretanto, os entes da federação não depositavam o valor correspondente ao tratamento”, argumenta.

Ainda em 2019, segundo Leonel, o juiz determinou o bloqueio de recursos do Estado e do Município, deixando os valores equivalentes à disposição do vereador em uma conta judicial. “Quando fui comprar os medicamentos, descobri que o Ministério da Saúde havia alterado o protocolo de tratamento da doença, que foram substituídos por um protocolo novo, mais eficiente e barato. Eu comprei os medicamentos no novo protocolo e, em seguida, depositei o valor restante que havia recebido na causa de volta na conta judicial”, completa.

De acordo com Leonel, o juiz da causa entendeu que ele deveria ter realizado uma solicitação formal à justiça para comprar outro medicamento, mesmo sendo um protocolo recomendado pelo SUS. Com isso, o vereador foi condenado a devolver todo o valor da causa, decisão da qual está recorrendo até hoje.

Durante a sua fala, Leonel apresentou documentos de atestado de falta de estoque de medicamentos, protocolo alterando os medicamentos, nota fiscal da compra dos medicamentos e comprovante de devolução do valor restante, e frisou que será a última vez que irá se pronunciar sobre a situação em público.

Leonel destaca que não ficou surpreso com os ataques do vereador afastado. Ele ainda revelou que fez um boletim de ocorrência de crime contra a honra devido à acusação. “Ele, na verdade, está usando isso para tentar descredibilizar o trabalho que estamos fazemos”, cita Leonel, referindo-se à Comissão de Ética da Câmara de Vereadores.

Por: Kássia Machado

Escrito por Jornalismo

Rate it

Post anterior

Rádio Santa Cruz

Destaques

Sinimbu recebe quatro máquinas para auxiliar na reconstrução

Através de uma parceria solidária entre a New Holland e a empresa Terrafácil de Santa Cruz do Sul, quatro máquinas estão sendo cedidas para Sinimbu. As máquinas chegaram em Sinimbu na tarde desta segunda-feira, 27, e já estão a disposição da Secretaria de Obras para iniciar os trabalhos de recuperação do município. A empresa santa-cruzense é quem está organizando e encaminhando o maquinário para o uso em municípios da região, […]

today27/05/2024 30

Comentários da publicação (0)

Deixe uma resposta

O seu email não vai ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Rádio Santa Cruz | Rua Ramiro Barcelos, 737 – Centro | Santa Cruz do Sul – RS / CEP 96810-054

0%